Empresários do Paraná insistem em candidatura de Moro ao PlanaltoO Antagonista

Com a saída de Sergio Moro do Podemos rumo à União Brasil, anunciada nesta quinta (31), representantes do empresariado do Paraná se manifestaram contra a ideia de que o ex-juiz não seja candidato à Presidência, informa o Painel S.A. da Folha.

Fabio Aguayo, que é diretor da CNTur (associação do setor de turismo) e ainda em junho de 2021 lançou um movimento de apoio a Moro, afirmou ao jornal que a mudança de legenda visa melhorar a posição dele na corrida presidencial.

“Nós, que somos apoiadores desde o início, ficamos felizes de ele ter uma atitude, porque no Podemos ele ficava limitado a não ter tempo de televisão, a não ter verba do fundo partidário. Acho que ele deu um passo importante”, disse.

Aguayo afirmou também que Moro é “um estadista, que tem uma estatura acima da média” e ainda tem condições de enfrentar Lula e Jair Bolsonaro na eleição.

Como publicamos mais cedo, a turma de ACM Neto na União Brasil não quer Moro como seu candidato à Presidência, e o tesoureiro da sigla em São Paulo, Alexandre Leite, já defendeu que ele dispute vaga na Câmara pelo estado.