Gabinete de Bolsonaro no Rio custou R$ 1,7 milhão e nunca foi usado pelo presidenteO Antagonista

Criado no início mandato de Jair Bolsonaro, o escritório montado no Rio de Janeiro para o presidente despachar em seu domicílio eleitoral já consumiu R$ 1,7 milhão só em salário de servidores, diz O Globo. 

O gabinete, instalado no Palácio do Fazenda, no centro, nunca foi usado oficialmente por Bolsonaro.

“ Ao todo, quatro servidores dão expediente no espaço reservado ao presidente da República, que passou por melhorias e ficou pronto em 2 de maio de 2019”, escreve o jornal carioca.

De acordo com a Presidência, também não constam nos registos oficiais nenhuma visita presencial de ministros.