Bolsonaro acena a mulheres e a nordestinos em promulgação de PEC kamikazeO Antagonista

Durante a promulgação da PEC kamikaze em sessão do Congresso Nacional, Jair Bolsonaro voltou a acenar ao público feminino e à comunidade nordestina.

Em seu discurso, o presidente da República disse que medidas como a ampliação do Auxílio Brasil de R$ 600 e a concessão de um vale-diesel de R$ 1 mil miram justamente as mulheres e a população mais carente, principalmente as que estão no Nordeste.

As principais pesquisas de intenção de voto afirmam que Jair Bolsonaro tem uma rejeição maior  entre os moradores do Nordeste e entre as mulheres. Nos últimos dias, o presidente da República tem adotado várias medidas para reverter esses números.

“Esses recursos vão diretamente para o bolso, para a conta dos beneficiários. São 18 milhões de famílias no Auxílio Brasil e deixo claro que pouco mais de dois terço são mulheres. Então, o nosso olhar também para as mulheres do Brasil”, disse Jair Bolsonaro.

“Com a chegada da água [no Nordeste] reconhecemos que somos bem-vindos, nós presidente da República e o parlamento brasileiro”, declarou o presidente da República.

“Nós somos mais o Brasil do futuro, mas somos o Brasil do presente. Isso se dá em virtude da atuação do parlamento brasileiro”, concluiu.

Durante o discurso, Bolsonaro disse também que o país estaria “voltando à normalidade” após a pandemia de Covid.

“Isso se fará pesar para uma inflação bem menor no próximo ano, ousando a dizer que poderemos ter deflação”, disse Bolsonaro.

“É o Brasil voltando à normalidade que se caracterizou no período pré-pandemia.”